Waack: Não temos parlamentarismo, mas temos primeiro-ministro

Por redação

Não temos parlamentarismo, mas temos primeiro-ministro.

Uma vez que todos sabem, é o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, que hoje quebrou um longo e embaraçoso silêncio para vir a público proteger as urnas atacadas pelo seu grande parceiro hoje no poder, o presidente Jair Bolsonaro.

Poder que foi oferecido a ele Lira, de forma inédita.

O presidente da Câmara, ou primeiro-ministro, porquê quiserem, controla uma gorda fatia do orçamento.

Ele diz que é pouco, exclusivamente 0,03%. A folgança de Lira com os números não engana ninguém.

Daquela secção que o governo pode gastar porquê quiser, a secção discricionária, nosso primeiro-ministro controla 24%.

É o tal orçamento secreto, através do qual, muito, através do qual se faz política.

A confusão toda em torno das urnas agrada a Bolsonaro, mas é ruim para os negócios políticos.

Lira está atuando, no fundo, para ninguém fazer muita marola.

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também