Vendas em shoppings sobem 28,6% no Dia das Mães, diz Abrasce

Por redação

As vendas no Dia das Mães cresceram 28,6% nos shopping centers de todo o Brasil, entre os dias 2 e 8 de maio, em confrontação com o mesmo período de 2021, informou hoje a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce).

O resultado superou a expectativa inicial do setor, que previa um aumento nominal de 19%. Os números têm porquê base no Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA).

Em termos de propagação real, já descontada a inflação, a variação foi positiva em 16% sobre as vendas do ano pretérito. Se for considerado o Dia das Mães de 2019, o resultado real foi positivo em 4%, melhor desempenho da data em seguida o início da pandemia, e também supra da perspectiva para leste ano (+2,5%).

Neste ano, o transacção nos shoppings movimentou R$ 5,3 bilhões na semana que antecedeu o Dia das Mães, um montante superior aos R$ 4,9 bilhões esperados na previsão inicial do setor.

Tíquete Médio

O valor médio gasto pelos consumidores foi de R$ 198, uma ligeira retração de 7% se comparado aos R$ 213 do ano pretérito. Ainda assim, ele é 145,8% superior ao tíquete médio de R$ 81 registrado nas lojas de rua.

O bom desempenho nas vendas na data é mais um indicativo da recuperação do varejo de shopping aos níveis pré-pandemia e abre a perspectiva de resultados ainda mais animadores ao longo do ano, destaca o presidente da Abrasce, Glauco Humai, em nota.

“Superar as nossas próprias expectativas para a data nos mostra que o público queria retomar o hábito de frequentar shoppings e usufruir de toda a comodidade e praticidade que os empreendimentos oferecem. Com esse bom desempenho, o setor acredita em uma retomada contínua ao longo dos próximos meses”, destaca Humai.

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também