Time CNN: Marcio Gomes entrega suas descobertas gastronômicas em SP

Por redação

Repórter, âncora e correspondente internacional são exclusivamente alguns dos cargos que Marcio Gomes carrega em sua extensa bagagem nas principais emissoras do país.

Atuando porquê jornalista por mais de 25 anos, Marcio é oriundo do Rio de Janeiro e começou sua curso nos anos 1990. Duas vezes vencedor do Prêmio Comunique-se, ele mudou-se para a Ásia em 2013, onde foi correspondente em Tóquio durante cinco anos.

Tempos depois, já de volta ao Brasil, Marcio passou a fazer secção do time de profissionais da CNN Brasil, e desde novembro de 2020 é apresentador do CNN Prime Time, telejornal que ocupa o horário superior da emissora.

Longe das câmeras, o jornalista também passeia pelos sabores de São Paulo e confessa que, pretérito o pior da pandemia, ele e a família estão conhecendo melhor a cidade. “Percebo que, além da variedade, labareda a atenção a velocidade de surgimento de novos restaurantes. Difícil de seguir!”, brinca.

A seguir, Marcio Gomes elenca os últimos restaurantes que conheceu e que serviram novas – e surpreendentes – descobertas para seu paladar:

Lvtetia

Restaurante italiano de Erick Jacquin nos Jardins se destaca na decoração / Divulgação

O mais novo restaurante do chef Erick Jacquin possui um envolvente lindo, entusiasmado e uma magnífico comida. O próprio Jacquin veio até a minha mesa (que sorte!) e o achei muito gentil.

A lar possui influências italianas, e comi uma generosa costela. Amei!

Rua da Consolação, 3585 – Jardins, São Paulo – SP / Tel.: (11) 91222-9260 / Horário de funcionamento: segunda a quinta das 12h às 16h e das 19h às 23h30; sexta e sábado das 12h às 23h30; domingo das 12h às 17h / Reservas via telefone (WhatsApp) ou pelo link.

Blaise

Detalhes do salão do Blaise, brasserie contemporânea do Hotel Rosewood SP/ Divulgação

Era grande a minha curiosidade para saber um dos restaurantes do novo Hotel Rosewood, que fica pertinho da sede da CNN em São Paulo. É uma construção linda, um presente para a cidade.

E o Blaise, que fica no térreo do histórico prédio da Maternidade Matarazzo, é um restaurante ótimo, que funciona porquê uma brasserie contemporânea com ingredientes brasileiros.

Cá, comi uma músculos magnífico e, de sobremesa, uma mistura de bolo de chocolate com matcha de mate (R$ 65) – para relembrar os tempos em que morei no Japão – com framboesas frescas e sorvete de baunilha.

Rua Itapeva, 435 – Bela Vista, São Paulo, SP / Tel.: (11) 3797-0500 / Horário de funcionamento: de segunda a sábado das 19h às 23h30 / Reservas via site.

Trattoria Fasano

Envolvente extrínseco do Trattoria Fasano/ Divulgação

Sei que não é nenhuma novidade, mas o envolvente do Trattoria Fasano é tão bonito e a comida é tão boa que vale a pena retornar. Já ficamos na espaço externa, à cercadura de um laguinho sintético – magnífico nesta estação que o calor deve diminuir.

Em minha última visitante, cheguei muito tarde da noite, com a lar quase fechando, e eu e minha família fomos muito muito recebidos, e os funcionários nos chamaram pelo nome.

Do cardápio, indico a polenta com fonduta de taleggio (R$ 73) e o risoto do dia (R$ 119) – que eu comeria todos os dias!

Rua Iguatemi, S/N – (entre a Rua Joaquim Floriano e a Av. Horácio Lafer) – Itaim Bibi – São Paulo, SP / Tel.: (11) 3167-3322 / Horário de funcionamento: segunda a quinta das 12h às 15h e das 19h à 0h; sexta e sábado das 12h às 16h e das 19h à 0h; domingo das 12h às 17h / Reservas via site.

Kidoairaku

O Kidoairaku é um “nipónico raiz” que fica na Liberdade, sem o lado chique-vitrine de algumas casas da cidade. O restaurante no coração da comunidade japonesa em São Paulo me parece um verdadeiro pedacinho do Japão – desde o jardim na porta até a gentileza com que somos recebidos.

O cardápio é muito variado, com seleção de sushis e sashimis, curry e juubako (prato servido na caixa retornável do Japão). Os saquês também são ótimos – lembre de ingerir com moderação!

Rua Thomaz Gonzaga, 22 – Liberdade, São Paulo – SP / Tel.: (11) 3132-6083 e (11) 98975-6810 / Horário de funcionamento: terça a sábado das 11h30 às 14h e das 18h30 às 21h30; domingo das 11h30 às 15h; fechado às segundas / Reservas via site.

L’Entrecôte d’Olivier e Esther Rooftop, do chef Olivier Anquier

Recentemente estive em dois restaurantes do chef Olivier Anquier: o L’Entrecôte d’Olivier e o Esther Rooftop. O primeiro (dá até vergonha de permitir), eu não sabia que só servia bife com fritas (no bom português!).

É um bistrô com concepção de menu único, onde a ingresso é uma salada de folhas com tempero característico e o prato principal é um entrecôte regado com molho privativo. Que delícia! Senti porquê se estivesse em Paris, com as fritas crocantes e sequinhas.

Já o Esther tem um valor privativo: nos leva às redondezas da Terreiro da República, ponto olhado com certa suspicácia, até um pouco de terror, por estar no meio da cidade.

Situado no vetusto apartamento do chef, em um prédio tombado de 1930, o lugar tem uma vista privilegiada do meio e agrada pela culinária descomplicada, porquê o ceviche de ingresso (R$ 63) e drinques muito elaborados.

L’Entrecôte d’Olivier: Unidades no Itaim Bibi e nos Jardins (consulte site para horários, reservas e delivery)
Esther Rooftop: Rua Basílio da Gama, 29 – República, São Paulo – SP / WhatsApp.: (11) 96087-7601 / Horário de funcionamento: segunda a quinta-feira das 12h às 15h e das 18h às 23h; sexta das 12h às 15h e das 18h à 0h, sábado das 12h à 0h e domingo das 12h às 17h / Delivery via Rappi




Brasil61

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também