Supremo é informado de novo bloqueio em contas de Silveira no valor de R$ 103,4 milénio

Por redação

O Supremo Tribunal Federalista (STF) foi informado nesta sexta-feira (6) sobre um novo bloqueio nas contas do deputado Daniel Silveira (PTB-RJ).

Em ofício guiado ao ministro Alexandre de Moraes, o banco Bradesco listou o valor de R$ 103.458,23, aplicados em Certificados de Repositório Bancário (CDB) —esse foi o maior montante bloqueado até agora, por preceito do Supremo.

No mesmo ofício, o Bradesco também informou a indisponibilização de R$1 de uma conta fluente do deputado. Até agora, os valores bloqueados das contas de Silveira já somam mais de R$ 122 milénio.

Até a manhã desta sexta (6), o Supremo já havia sido informado que R$ 18.662,45 tinham sido bloqueados por três instituições financeiras.

Na terça (3), Moraes determinou a emprego de multa de R$ 405 milénio ao deputado bolsonarista por descumprimento de restrições impostas pela Incisão —entre os quais o uso da tornozeleira eletrônica e a proibição de participar de eventos públicos e conceder entrevistas.

De concórdia com o ministro, Silveira descumpriu 27 vezes as restrições impostas pelo Supremo.

Para que o valor da multa seja preservado, Moraes determinou o bloqueio de bens das contas do parlamentar e o bloqueio parcial em até 25% dos vencimentos de Silveira pagos pela Câmara dos Deputados, “até o cumprimento integral da multa aplicada”.

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também