Produção de petróleo nos EUA deve aumentar, mas com preços elevados, diz DoE

Por redação

O Departamento de Pujança (DoE, na {sigla} em inglês) afirma que a produção de petróleo dos Estados Unidos deve aumentar, mas também nota que o preço do barril deve seguir em nível saliente neste ano. As avaliações estão no relatório de limitado prazo no setor de vigor, publicado nesta terça-feira (10) pelo órgão.

O DoE afirma que a produção de petróleo dos EUA ficará em média em 11,9 milhões de barris por dia (bpd) neste ano e em 12,8 milhões de bpd em 2023. Com isso, o país deve superar o recorde estabelecido em 2019, de 12,3 milhões de bpd. Apesar do progresso na produção, o DoE projeta que o barril do Brent siga supra de US$ 100 no ano atual.

Segundo o DoE, há ainda um “saliente nível de incerteza em nossas perspectivas”. Mesmo com a produção potente dos EUA, o quadro de estoques globais baixos e de demanda continuada por gasolina, diesel e outros produtos derivados deve fazer com que a oferta maior não gere grande impacto sobre os preços “no limitado prazo”, diz o departamento.

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também