Produção de eletrodomésticos cai 25% no 1º trimestre de 2022, mostra IBGE

Por redação

A produção de eletrodomésticos no Brasil caiu 25% nos primeiros três meses de 2022 em confrontação ao mesmo período do ano pretérito, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasílico de Geografia e Estatística (IBGE).

O setor sofre com inflação subida e queda no poder de compra dos consumidores.

A retração foi puxada pelos eletroportáteis, uma vez que torradeiras, liquidificadores e cafeteiras, que caíram 33,6%. Já a risco branca, que engloba geladeiras, fogões e micro-ondas, registrou queda de 27%, também supra da média universal. A risco marrom, de televisões e som, caiu 17%.

Em relação aos preços dos eletrodomésticos, houve subida de 7,46% no primeiro trimestre. No aglomerado de 12 meses, entre março de 2021 e de 2022, a subida é de mais de 20%, segundo dados do Índice de Preços ao Consumidor Extenso (IPCA), que mede a inflação no país.

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também