Prefeito de Kiev decreta toque de recolher por chance de ataque “rememorativo” russo

Por redação

O prefeito de Kiev, Vitali Klitschko, está pedindo à população que fiquem dentro de morada entre domingo (9) e segunda-feira (10) por desculpa do Dia da Vitória da Rússia, comemoração anual do país que está em conflito com a Ucrânia.

Autoridades ocidentais alertaram que o presidente russo, Vladimir Putin, poderia declarar formalmente guerra à Ucrânia em 9 de maio, um dia simbólico para a Rússia, abrindo caminho para Putin intensificar sua campanha. O Kremlin rejeitou as especulações sobre a enunciação de guerra.

Klitschko está impondo um toque de recolher na capital ucraniana no domingo e na segunda-feira, e eventos não serão realizados, de convenção com suas postagens nas redes sociais.

Ele informou que haverá reforço do patrulhamento na cidade.

“Se alguém quiser plantar flores, pode fazê-lo em pessoal… Preste atenção e siga as regras de segurança em tempo de guerra”, disse Klitschko.

“Também peço que não ignorem os sinais de rebate leviano e se protejam imediatamente. Nos próximos dias, há uma grande verosimilhança de bombardeios com mísseis em todas as regiões da Ucrânia. Fique vigilante e cuide de sua própria segurança”, avisou o prefeito.

(Publicado por Carolina Farias)

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também