Portugal registra inflação de 7,2% em abril, a mais subida desde 1993

Por redação

O Instituto Vernáculo de Estatística (INE), de Portugal, informou nesta quarta-feira (11) que a inflação do país em abril foi de 7,2%. A taxa aumentou 1,9 ponto percentual sobre a registrada no mês anterior e é considerada a mais elevada desde março de 1993.

A variação do Índice de Preços no Consumidor sobre produtos energéticos disparou 26,7% em relação a março. Desde maio de 1985 não era registrada uma aceleração tão possante para o índice.

Já o indicador referente aos produtos alimentares não industrializados, uma vez que frutas e legumes, teve variação de 9,4%.

A disparada dos preços em abril foi puxada pelo setor de Transportes (+13,09%) e Alimentares e Bebidas Não Alcoólicas (+10,25%).

Dentro da categoria de Transportes, o setor distraído de passageiros foi o que mais contribui para a inflação (+71,89%).

Por outro lado, somente a categoria Vestuário e Calçado (-0,72%) apresentou ligeira queda em abril.

Em ternos de variação mensal, a subida é de 2,2%. Excluindo os produtos alimentares não transformados e energéticos, a variação do IPC foi 1,5%.

Os dados refletem, principalmente, os efeitos da guerra na Ucrânia e não são diferentes muito nos outros países da União Europeia, uma vez que é o caso da Alemanha que hoje comunicou uma inflação homóloga de 7,4% em abril, o nível mais sobranceiro em mais de 40 anos.

 

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também