No mesmo dia do 1° surto de Covid, Coreia do Setentrião dispara 3 mísseis balísticos

Por redação

A Coreia do Setentrião disparou três mísseis balísticos em direção ao mar de sua costa leste nesta quinta-feira (12), segundo a Coreia do Sul, no mais recente movimento do país só visando continuar seus programas de armas. O ato acontece no mesmo dia em que o governo relatou pela primeira vez um surto de Covid-19, anunciando um lockdown.

A guarda costeira do Japão confirmou o lançamento de um míssil balístico pela Coreia do Setentrião, citando informações de suas forças militares. O projétil pareceu desabar fora da zona econômica exclusiva do Japão, disse a emissora pública NHK.

O Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul afirmou que três mísseis balísticos de limitado alcance foram disparados da espaço de Sunan, na capital norte-coreana, Pyongyang, onde está localizado um aeroporto internacional. Nesta região também teria ocorrido o disparo, em 24 de março, do que a Coreia do Setentrião disse ter sido seu maior míssil balístico intercontinental (ICBM), o Hwasong-17.

Leste foi o primeiro lançamento em seguida a posse do presidente conservador sul-coreano, Yoon Suk-yeol, nesta semana, que sinalizou uma risco dura contra o desenvolvimento de armas da Coreia do Setentrião.

O gabinete de Yoon disse que convocou imediatamente uma reunião de seu recomendação de segurança pátrio.

O disparo, que é o 16º teste de armas publicado da Coreia do Setentrião em 2022, também ocorreu horas depois de o país relatar seu primeiro surto de coronavírus, declarando “grave emergência pátrio” e ordenando um lockdown pátrio.

O líder norte-coreano, Kim Jong Un, prometeu, no mês pretérito, açodar a construção do arsenal nuclear do país, em meio a negociações paralisadas de desnuclearização com os Estados Unidos.

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também