Navio russo chega à Síria com mais grãos supostamente roubados da Ucrânia

Por Brunialti Welinton

Novas imagens de satélite mostram que um cargueiro russo referto de grãos supostamente roubados de fazendas ucranianas chegou ao porto sírio de Latakia – sua segunda viagem em quatro semanas.

As novas imagens – fornecidas pela Maxar Technologies – mostram o graneleiro Matros Pozynich em Latakia em 27 de maio.

É um dos três navios que carregam grãos no porto da Crimeia de Sebastopol desde a invasão russa da Ucrânia. O navio foi visto pela última vez em Sebastopol, no dia 19 de maio, e posteriormente rastreado transitando pelo estreito de Bósforo e ao Sul ao longo da costa turca. Estima-se que o navio possa transportar muro de 30 milénio toneladas de grãos.

O navio irmão do Matros Pozynich também carregou grãos em Sevastopol nas últimas duas semanas.

Contexto

A CNN informou anteriormente que comboios de caminhões foram vistos transportando grãos de fazendas e silos no Sul da Ucrânia para a Crimeia. As autoridades ucranianas estimaram no início deste mês que as forças russas em áreas ocupadas haviam apreendido mais de 400 milénio toneladas de grãos.

Os roubos de grãos estão ameaçando a colheita deste ano na Ucrânia – que é um dos países produtores de grãos mais importantes do mundo.

Para a Rússia, o grão é uma commodity sedutor. O preço do trigo é de muro de US$ 400 a tonelada nos mercados mundiais e subiu acentuadamente oriente ano.

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Veja também