Weather Widgets for Websites by Weatherwidget.org

Moscou prevê salto nos lucros com exportações de pujança em 2022

Por redação

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, negou, neste sábado (4), que as sanções do Poente tenham influenciado suas exportações de petróleo.

Lavrov teria afirmado ainda que o país deve registrar um salto nos lucros com carregamentos de pujança em 2022, segundo a dependência de notícias Tass.

“Considerando o patamar de preços que foi estabelecido porquê resultado das políticas do Poente, não sofremos perdas orçamentárias. Ao contrário, neste ano haverá um aumento significativo nos lucros da exportação de nossos recursos de pujança”, disse Lavrov a uma emissora de televisão bósnia, segundo a Tass.

Sanções europeias

No início da semana, a Europa anunciou que pretende bloquear até 90% da compra de petróleo russo até o final deste ano. De subitâneo, o embargo afeta o óleo que chega por via marítima, que representa 2/3 das importações.

“Combinação para proibir a exportação de petróleo russo para a UE. Isso cobre imediatamente mais de 2/3 das importações de petróleo da Rússia, cortando uma enorme manancial de financiamento para sua máquina de guerra”, informou o superintendente do Recomendação Europeu, Charles Michel, em um tweet na noite de segunda-feira (30).

A ampliação prevista para o final de 2022 considera o fecho do uso de petróleo que chega por vias terrestres feito pela Polônia e pela Alemanha.

 

*Com informações de David Ljunggren, da Reuters

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também