Weather Widgets for Websites by Weatherwidget.org

Marinha da Ucrânia diz que navios russos se retiram das águas costeiras do Mar Preto

Por redação

A marinha da Ucrânia informou que os navios da frota russa do Mar Preto se retiraram para mais de 100 quilômetros da costa ucraniana uma vez que resultado dos ataques com mísseis e drones. Em uma atualização operacional desta segunda-feira (6), a marinha disse que, em um esforço para restaurar o controle das partes noroeste do mar, os russos implantaram sistemas de mísseis costeiros nas regiões da Criméia e Kherson.

A organização afirmou que a ameaço de ataques de mísseis marítimos permanece. “Desde o início da invasão, navios e submarinos inimigos lançaram mais de 300 mísseis de cruzeiro em território ucraniano. Atualmente, a intensidade dos ataques com mísseis de cruzeiro Caliber diminuiu, enquanto o inimigo começou a atingir alvos terrestres com mísseis antinavio. Provavelmente, isso indica que a Rússia usou uma quantidade significativa de armas modernas de mísseis e é forçada a usar tipos de mísseis desatualizados.”

A Marinha calcula que muro de 30 navios e submarinos russos continuam bloqueando a navegação social. “Existem até 12 grandes navios de desembarque no Mar Preto, mas mais de um terço deles estão em reparos”, apontou.

“Privamos a Frota Russa do Mar Preto do controle totalidade sobre a secção noroeste, que se tornou uma ‘zona cinzenta’. Ao mesmo tempo, o inimigo adotou nossas táticas e está tentando restaurar o controle da região através de sistemas de mísseis costeiros e mísseis de cruzeiro aéreos”, explicou o enviado da Marinha, que acrescentou que ainda existe o risco dos russos desembarcarem tropas táticas e grupos de sabotagem e reconhecimento na costa de Odesa, principalmente em condições climáticas favoráveis ​​no verão.

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também