Weather Widgets for Websites by Weatherwidget.org

Mais de 7 milhões de pessoas deixaram a Ucrânia, diz escritório da ONU

Por redação

Desde o início da guerra, em 24 de fevereiro, mais de sete milhões de pessoas cruzaram a fronteira da Ucrânia, segundo a Dependência da Organização das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR)

Um totalidade de 7.023.559 passagens de fronteira foram registradas desde que a invasão russa primícias, de harmonia com um relatório da escritório nesta quarta-feira (8).

O número de refugiados individuais da Ucrânia registrados em toda a Europa foi de 4.712.076. O documento diz ainda que a Polônia, Rússia e Moldova são os países que mais receberam ucranianos.

No mês pretérito, um levantamento mostrou que mais de oito milhões de pessoas foram deslocadas internamente na Ucrânia. O documento é da Organização Internacional para as Migrações (OIM), escritório da ONU.

Mais de 18%, ou quase uma em cada cinco pessoas, da população da Ucrânia antes da guerra está agora deslocada internamente, segundo o 4º Relatório de Deslocamento Interno da Ucrânia.

“As necessidades dos deslocados internos e de todos os afetados pela guerra na Ucrânia estão crescendo a cada hora”, disse o diretor-geral da OIM, António Vitorino.

Enviada da ONU alerta para verosímil “crise de tráfico de pessoas”

A Representante Privativo da ONU sobre Violência Sexual, Pramila Patten, disse na segunda-feira (6) que acredita que a situação humanitária na Ucrânia está “se transformando em uma crise de tráfico de pessoas”.

“Mulheres e crianças que fogem do conflito estão sendo branco de tráfico e exploração – em alguns casos enfrentando mais exposição a estupro e outros riscos enquanto buscam refúgio”, disse Patten ao Parecer de Segurança da ONU em Novidade York.

 

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também