Jill Biden, primeira-dama dos EUA, faz viagem inesperada à Ucrânia

Por redação

A primeira-dama dos Estados Unidos, Jill Biden, fez uma viagem sem aviso prévio neste domingo (8) para Uzhhorod, na Ucrânia, uma pequena cidade no extremo sudoeste do país.

Em uma escola reformada que agora serve uma vez que moradia temporária para cidadãos deslocados, Biden se encontrou com a primeira-dama da Ucrânia, Olena Zelenska, que não era vista em público desde o início da guerra, em 24 de fevereiro.

A primeira-dama é a mais recente poder norte-americana de cume nível e o primeiro membro da família do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, a visitar o país devastado pela guerra nas últimas semanas.

“Eu queria vir no Dia das Mães”, disse Biden a sua contraparte ucraniana, enquanto as duas mulheres estavam sentadas em uma pequena mesa em uma sala de lição de uma antiga escola, que serve de moradia para 48 crianças.

“Pensamos que era importante mostrar ao povo ucraniano que essa guerra tem que parar. E esta guerra tem sido brutal.” Biden acrescentou que “o povo dos Estados Unidos está com o povo da Ucrânia”.

Zelenska, que no início da invasão russa enviou uma missiva a Biden, trocou correspondências com a primeira-dama nas últimas semanas, disseram autoridades norte-americanas à CNN.



CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também