Weather Widgets for Websites by Weatherwidget.org

IGP-DI acelera subida em maio com impulso de commodities e combustíveis, diz FGV

Por redação

Os preços de commodities agrícolas e combustíveis pressionaram e o Índice Universal de Preços-Disponibilidade Interna (IGP-DI) acelerou a subida a 0,69% em maio, depois de subir 0,41% em abril, de congraçamento com dados divulgados nesta quarta-feira (8) pela Instalação Getulio Vargas (FGV).

O resultado do mês ficou aquém da expectativa em pesquisa da Reuters, de subida de 0,79%, e levou o índice a aglomerar nos 12 meses até maio subida de 10,56%.

O Índice de Preços ao Produtor Espaçoso (IPA-DI), que responde por 60% do indicador universal, subiu 0,55% em maio, supra da taxa de 0,19% no mês anterior.

“Grandes commodities agrícolas e combustíveis responderam por parcela importante do resultado do IPA, sendo os destaques: diesel (de 6,87% para 6,38%), soja (de -8,02% para 2,76%) e cana-de-açúcar (de 0,66% para 3,65%)”, disse em nota André Braz, coordenador dos índices de preços.

Já o progressão do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) — que responde por 30% do IGP-DI — enfraqueceu a 0,50% no período, de 1,08% em abril.

De congraçamento com a FGV, seis das oito classes de despesa componentes do IPC registraram decréscimo em suas taxas de variação, com destaque para Sustento (de 1,58% para 0,45%), Transportes (2,13% para 1,02%) e Habitação (-0,69% para -1,37%).

A subida do Índice Pátrio de Dispêndio de Construção (INCC), por sua vez, acelerou a 2,28% em maio, de 0,95% em abril.

O IGP-DI calcula os preços ao produtor, consumidor e na construção social entre o 1º e o último dia do mês de referência.

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também