Weather Widgets for Websites by Weatherwidget.org

Forma de encarar a Covid mudou, mas vacinação segue necessário, diz infectologista

Por redação

 

O infectologista Max Igor Banks acredita que a recomendação da quarta ração da vacina contra a Covid-19 “vem em um bom momento”, em meio ao aumento de casos da doença no Brasil.

À CNN Rádio, ele defendeu que a “forma com a qual temos que encarar a Covid-19 mudou”.

“No final, ela é porquê uma chuva que cai. O grande problema são as tempestades, óbvio que uma chuva razão dilúvio num esquina ou outro, mas a teoria é de que a infecção não vai sumir, mas continua em reles proporção.”

O problema, segundo ele, é o acúmulo enorme do número de casos “Nessa hora, é função do governo ajudar a população a se proteger. E a proteção se dá com vacina principalmente, tem que lembrar disso, não só a quarta ração, mas muita gente não tomou a terceira.”

Além da vacinação, o uso de máscara em locais fechados e a limpeza das mãos seguem porquê cuidados importantes para evitar a infecção.

Igor Max Banks lembrou que o aumento de casos neste momento está relacionado à sub versão BA.2: “Ela está difundida, a gente nota nos prontos-socorros um grande número de pessoas ruins, isso não é bom.”

“Toda vez que temos intensidade dos casos, é mais difícil, não dá para isolar pessoas com comorbidades e evitar que chegue lá”, completou.

O infectologista disse que é necessário que as pessoas busquem as doses suplementar da vacina: “A população com três doses tem poucos casos graves, isso é importante para reduzir a circulação viral”.

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também