Embaixadora dos EUA na ONU afirma que Rússia “não tem zero para comemorar”

Por redação

A embaixadora dos Estados Unos na ONU, Linda Thomas-Greenfield, disse neste domingo (8) que o Kremlin “não tem zero a comemorar” em 9 de maio, o Dia da Vitória russa, e que os relatórios do bombardeio russo de uma escola ucraniana durante a noite podem ser adicionados a uma “lista longa” de crimes de guerra.

“Eles não têm zero para comemorar amanhã. Eles não conseguiram derrotar os ucranianos e não conseguiram dividir o mundo ou dividir a Otan”, disse Thomas-Greenfield.

Ela acrescentou que “acusamos os russos desde o início por cometer crimes de guerra. Vamos continuar trabalhando com os promotores ucranianos e outros para documentar evidências de seus crimes de guerra para que possam ser responsabilizado. Isso unicamente aumenta a longa lista que já temos”.

Questionado sobre onde a traço está em relação ao compartilhamento de lucidez dos Estados Unidos com a Ucrânia, Thomas-Greenfield disse que os Estados Unidos continuarão a fornecer ajuda à Ucrânia, mas que os ucranianos “tomam as decisões sobre porquê direcionarão”.

Já sobre se a Rússia deve ser designada porquê uma patrocinadora estatal de terrorismo, Thomas-Greenfield não respondeu se os Estados Unidos teriam planos de adicioná-los à lista, mas afirmou que a Rússia certamente “merece ser convocada pelos atos de terror que eles estão cometendo”.

E reagindo às notícias de que a primeira-dama Jill Biden viajou para a Ucrânia no domingo, Thomas-Greenfield disse que “ela ir lá no Dia das Mães para se encontrar com a primeira-dama ucraniana, acho que envia um muito potente, um muito potente, um mensagem muito positiva”.

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também