Dia das Mães deve ter subida de 19% nas vendas em shoppings, segundo entidades

Por redação

Os shoppings estimam, para o Dia das Mães deste ano, um volume de vendas 19% superior ao registrado em 2021. Mesmo com o cenário econômico atual, inflação e juros altos, o setor mantém o otimismo para a data.

De congraçamento com o levantamento da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), o setor deve superar os níveis do período pré-pandemia, com uma previsão de subida de 12% em relação a 2019, um incremento real de 2,5%, o primeiro registrado depois o início da crise sanitária.

A pesquisa da Abrasce indica que, entre os dias 1° e 8 de maio, os shoppings devem movimentar muro de R$ 4,9 bilhões.

Segundo o levantamento, leste ano, o tíquete médio de compras nos shoppings deve ser superior a R$ 250, o que representa um aumento de 17,4% em relação ao que foi registrado no Dia das Mães de 2021 (R$ 213). Entre os produtos que devem ter o maior destaque na data comemorativa estão perfumaria e cosméticos (95%), vestuário (81%), joalheria (73%) e calçados (71%).

Sobre a movimentação de visitantes, 79% dos shoppings acreditam que o número deverá ser igual ou maior do que 2019. Para os que esperam esse aumento de circulação, a subida será de 12%, em média.

O levantamento da Abrasce foi realizado entre os dias 19 e 26 de abril de 2022, com objetivo de identificar as expectativas do setor em relação à comercialização, fluxo de visitantes, tíquete médio e outros indicadores para a semana do Dia das Mães.

De congraçamento com a Confederação Pátrio do Negócio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o negócio varejista deve movimentar, na data, pouco mais de R$ 14 bilhões.

Já as projeções do Sindicato de Negócio Varejista apontam valores próximos. Segundo o sindicato, o negócio deve registrar um aumento nas vendas entre 16% e 19% em relação ao ano pretérito.

Para economistas, subida nas vendas está associada com a possibilidade de compras físicas, visto que, nos últimos dois anos, os consumidores não tinham essa possibilidade e o e-commerce foi o principal ducto para compras.

Ou por outra, os especialistas avaliam que as projeções podem ser um indicador importante da economia, mostrando uma reação da economia, apesar da inflação e da taxa de juros muito elevada.

*Com informações de Filipe Brasil, da CNN

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também