Coreia do Setentrião disparou novo míssil balístico, afirmam Coreia do Sul e Japão

Por redação

Um míssil balístico de limitado alcance disparado pela Coreia do Setentrião neste sábado (7) atingiu uma altitude de muro de 60 quilômetros ao longo de sua trajetória de 600 quilômetros, de entendimento com o Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul.

Nessa altitude, um míssil viajando tão longe pode ser difícil para os sistemas de resguardo rastrearem. O Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul disse que o míssil foi disparado provavelmente de um submarino às 14h07, no horário lugar, da dimensão de Sinpo, na costa leste da Coreia do Setentrião.

A guarda costeira japonesa confirmou que o projétil havia derribado no Mar do Japão, também divulgado porquê Mar do Leste, às 14h25 no horário lugar.

Autoridades de perceptibilidade sul-coreanas e norte-americanas estão analisando o lançamento, e os militares sul-coreanos estão mantendo um estado de prontidão, disseram os chefes de Estado-Maior.

O lançamento neste sábado ocorre exclusivamente alguns dias posteriormente outro teste de míssil balístico pela Coreia do Setentrião na quarta-feira (4). O país intensificou seu programa de testes neste ano.

O projétil de sábado marca o 14º lançamento de míssil do país em 2022 até agora, incluindo um que se presume ter falhado em meados de março. Em conferência, a Coreia do Setentrião realizou exclusivamente quatro testes em 2020 e oito em 2021.

Os militares sul-coreanos rotularam os repetidos lançamentos de mísseis porquê atos “seriamente ameaçadores” que devem ser “impedidos imediatamente”.

Em um desfile militar em 25 de abril, o líder norte-coreano Kim Jong-Un prometeu correr o desenvolvimento de armas nucleares na velocidade “mais subida verosímil”, vislumbrar suas ambições para seu programa de armas – particularmente esforços para desenvolver mísseis de combustível sólido que seriam mais fáceis de esconder de agências de espionagem estrangeiras.

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também