Ciro planeja iniciar comboio em regiões com maior apelo por “terceira via”

Por redação

O pré-candidato do PDT à sucessão presidencial, Ciro Gomes, planeja iniciar comboio pelas regiões Sul e Sudeste, as quais apresentam maior potencial para a chamada “terceira via”.

O ex-governador cearense teve de prolongar o início das viagens pelo país depois ter sido diagnosticado nesta segunda-feira (9) com Covid-19. Ciro aparece na terceira colocação nas pesquisas de intenções de voto.

A teoria é que o giro seja iniciado na quarta semana de maio. E que seja focado inicialmente nas unidades da federação em que o apelo seja maior por uma candidatura fora da polarização entre PT e PL.

Segundo a última pesquisa Ipespe, divulgada na semana passada, no Sul e no Sudoeste os pré-candidatos da chamada “terceira via” apresentam juntos um maior percentual de intenção de voto do que nas demais regiões do país.

No Sul, por exemplo, onde deve ser iniciada a comboio de Ciro, os presidenciáveis da “terceira via” chegam juntos a 17%, de harmonia com a pesquisa Ipespe, sendo que o nome do PDT obteve 10%, segundo o último levantamento realizado no início de maio.

No Sudoeste, que apresenta os três maiores colégios eleitorais do país, a “terceira via” somou 14%, tendo Ciro obtido 7%. A aposta no partido é que, só na terceira posição, Ciro possa herdar os votos dos demais nomes com a aproximação do pleito vernáculo.

A comboio do pedetista foi apelidada de “Rebeldia da Esperança”, slogan elaborado pelo marqueteiro João Santana para a campanha do presidenciável. A programação é que o périplo seja realizado nos meses de maio, junho e julho.

Ela deve ter início no Rio Grande do Sul, origem político do PDT, e passar, em um primeiro momento, pelos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná.

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também