Buraco preto fotografado não oferece riscos ao planeta Terreno, diz astrônoma

Por redação

Em entrevista à CNN neste sábado (14), a astrônoma Catarina Aydar afirmou que o buraco preto registrado pelo consórcio internacional Event Horizon Telescope (EHT) não representa riscos ao planeta Terreno, ainda que ele também se encontre na Via Láctea.

“Ele é o mais próximo de nós, mas mesmo assim ele está muito longe. Não é um risco para a gente que está cá na Terreno. A Terreno não é diretamente influenciada por ele, mas, ao mesmo tempo, ele é o que está mais próximo para a gente fazer reparo”, afirmou.

A imagem do chamado Sagitário A*, ou Sgr A*, tomada a luz desviada pela possante seriedade do buraco preto, que é 4 milhões de vezes mais massivo que o Sol.

“Esse buraco preto, na verdade, está muito longe. Portanto, por mais que ele seja muito potente, tenha uma força gravitacional muito possante, ele só vai influenciar as coisas que estão muito pertinho dele”, explicou.

Segundo a técnico, uma série de mistérios envolve os buracos negros, principalmente porque as características naturais desses objetos impedem que qualquer coisa que adentre possa transpor, inclusive a luz. Agora, um dos grandes mistérios que os cientistas tentam resolver “é porquê que esses buracos negros que ficam no núcleo das galáxias se formaram”.

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também