BTG Pactual tem lucro recorde de R$ 2,1 bilhões no 1º trimestre

Por redação

O BTG Pactual fechou o primeiro trimestre com lucro líquido ajustado de R$ 2,1 bilhões, um resultado recorde para um único trimestre, 72% superior ao mesmo período do ano pretérito e 15,7% supra do quarto trimestre de 2021. O lucro líquido somou R$ 1,94 bilhão, subida de 65% em 12 meses.

As receitas no primeiro trimestre também foram recorde em base trimestral e chegaram a R$ 4,361 bilhões, representando um aumento de 56% se comparado ao primeiro trimestre do ano pretérito e uma elevação de 24,7% frente ao quarto trimestre.

O retorno sobre o patrimônio ajustado chegou a 21,5%, o mais ressaltado desde 2016.

O retorno subiu 4,7 pontos porcentuais frente ao mesmo trimestre de 2021 e 2,1 pontos porcentuais em relação ao quarto trimestre.

“Levante trimestre corroborou o nosso histórico de poderoso performance independente do cenário macro. Mesmo em um envolvente econômico mais reptador, encerramos o primeiro trimestre com recordes de lucro e receita, impulsionado pelo nosso padrão de negócios integrado e pela expansão para novos segmentos”, afirma Roberto Sallouti, CEO do BTG Pactual, em nota.

“Estamos confiantes no poderoso desenvolvimento do nosso negócio, mantendo o balanço muito capitalizado e com liquidez elevada. Seguiremos trabalhando para entregar sempre o melhor resultado, com foco em gerar valor para nossos clientes e acionistas.”

No primeiro trimestre, o BTG Pactual captou R$ 52 bilhões em Net New Money e atingiu a marca de R$ 1,048 trilhão de ativos de clientes sob gestão e gestão, aumento de 36% na verificação com o primeiro trimestre do ano pretérito.

Frente ao quarto trimestre, houve subida de 6,4%.

O índice de Basileia fechou o trimestre em 15%, 2,7 pontos porcentuais inferior do primeiro trimestre de 2021 e 0,7 ponto porcentual inferior do quarto trimestre.

O patrimônio líquido do BTG Pactual somava R$ 39,3 bilhões ao final do primeiro trimestre, representando um aumento de 29,3% em relação ao primeiro trimestre do ano pretérito e 5,1% supra do quarto trimestre.

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também