Banco Médio volta detrás e retira pedido de reajuste de 22% a servidores

Por redação

Depois ter guiado minuta de Medida Provisória (MP) ao Ministério da Economia para renovação da curso de servidores da instituição, o Banco Médio comunicou, nesta quinta-feira (12), que retirou o pedido do sistema, alegando “inconsistências no texto”.

“Banco Médio detectou inconsistências no texto de minuta de Medida Provisória para a renovação das carreiras e a modernização da gestão de pessoas nesta autonomia. Por isso, fez sua retirada do Sistema de Geração e Tramitação de Documentos Oficiais do Governo Federalista (Sidof)”, diz expedido do entidade monetária.

CNN chegou a ter chegada ao documento guiado mais cedo, que previa reajuste salarial de 22% para analistas e técnicos do BC a partir de junho de 2022. A medida era a principal demanda da categoria, que retomou a greve universal no dia 3 de maio.

Na quarta-feira (4), o Banco Médio anunciou que iria suspender, novamente, a divulgação de análises e indicadores econômicos devido à greve dos servidores da entidade.

*Com informações de Anna Russi, da CNN, em Brasília

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também