Badalado no Rio de Janeiro, Boteco Rainha chega a São Paulo em maio

Por redação

Os paulistanos apaixonados pelo Rio de Janeiro certamente já conhecem ou ouviram falar deste lugar. Aqueles que nunca foram, agora poderão conhecê-lo de perto: o badalado Boteco Rainha, do chef carioca Pedro Artagão, abrirá as portas em São Paulo no dia 25 de maio.

Assim porquê na Cidade Maravilhosa, na rua Dias Ferreira, no Leblon, o sítio será inaugurado em um bairro sabido por seus bares e restaurantes, o Itaim Bibi.

O Rainha, porquê é carinhosamente chamado, tem menu inspirado em bares portugueses e espanhóis, somado à cultura de botecos cariocas, principalmente no que era servido antigamente e que hoje em dia é pouco encontrado.

No Rio, o sucesso foi enorme desde a lisura, em 2020. Aos fins de semana, a espera é longa. A vivenda não faz reservas e cá em São Paulo seguirá a mesma regra. Abrirá todos os dias, das 12h à 1h, e contará com 70 lugares.

Leia Mais:

O cardápio paulistano é 100% igual ao carioca. Logo, os frequentadores podem permanecer tranquilos porque as famosas entradinhas da vivenda estará por lá.

Se vai pela primeira vez, o imperdível torresmo de bojo (R$ 28) é a sugestão para principiar. Escabeche de sardinhas (R$ 28) e sardinhas fritas (R$ 28); punheta de bacalhau (R$ 40), camarão VG à ramiro (R$ 94), croquete de lagosta (R$ 48), pastel de camarão (R$ 38), entre outras delícias também figuram no menu.

O Rainha também possui pratos principais, que servem de duas a três pessoas, porquê a frigideira de frutos do mar com vegetais no óleo (R$ 210); o arroz de pato e embutidos (R$ 152); o filé à francesa (R$ 128), entre outras opções. Para a sobremesa, não perda a torta de natas (R$ 22).

Torresmo de Pedro Artagão é uma dos aperitivos imperdíveis do Boteco Rainha / Alexander Landau

Na epístola de bebidas não faltam boas sugestões: batidas da vivenda; rabo de galo; maria tenro; negroni; gin tônica; Aperol Spritz.

A risca Lar Irajá, que inclui Brut, Brut Rosè e Chardonnay, também está presente. Sem falar nas opções de vinhos, doses e cervejas, e simples, o chope – muito muito tirado em terras cariocas.

A decoração da versão paulistana seguirá a mesma a risca carioca, com ladrilhos portugueses, prateleiras que remetem aos armazéns e lustres clássicos de botecos.

O Boteco Rainha pertence ao Grupo Irajá, que tem Artagão no comando. O chef soma oito restaurantes no Rio e essa unidade do Rainha será seu primeiro negócio em São Paulo.

Rua Pedroso Alvarenga, 1173, Itaim Bibi, São Paulo – SP / Horário de funcionamento: todos os dias, das 12h à 1h. 


 

Brasil61

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também