Weather Widgets for Websites by Weatherwidget.org

AIEA alerta que remoção de câmeras pelo Irã é “golpe infalível” em entendimento nuclear

Por redação

O Irã deu um golpe quase infalível nesta quinta-feira (9) nas chances de retomar o entendimento nuclear de 2015 ao iniciar a remover basicamente todos os equipamentos de monitoramento da Sucursal Internacional de Robustez Atômica (AIEA) instalados sob o entendimento, disse o director da organização, Rafael Grossi.

O país alertou sobre retaliação se o Recomendação de Governadores da AIEA, formado por 35 países, aprovasse uma solução elaborada por Estados Unidos, França, Reino Uno e Alemanha criticando Teerã por sua contínua lacuna em explicar vestígios de urânio encontrados em locais não declarados. A solução foi aprovada por maioria esmagadora.

O Irã informou à dependência que planeja remover 27 câmeras da AIEA e outros equipamentos a partir de quinta-feira, que era “basicamente todo” o equipamento de monitoramento extra instalado sob o entendimento de 2015, indo além das principais obrigações do Irã com a dependência, disse Grossi em entrevista coletiva.

Isso deixa uma janela de oportunidade de três a quatro semanas para restaurar segmento do monitoramento que está sendo descartado, ou portanto a AIEA perderá a capacidade de escoltar quase todos os materiais e atividades nucleares mais importantes do Irã, e restaurar o que o entendimento exige, disse Grossi.

“Acho que isso seria um golpe infalível (para retomar o entendimento)”, declarou Grossi sobre o que aconteceria se zero fosse feito dentro dessa janela de oportunidade.

As negociações indiretas entre o Irã e os Estados Unidos sobre a retomada do entendimento de 2015 já estão paralisadas e não são realizadas desde março.

CNN Brasil

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Veja também