Você está aqui
Início > Colunista > Mário Márcio Dias > Poema: Águas de Lindóia

Poema: Águas de Lindóia

Águas de Lindóia

Quero me embriagar do seu verde
mergulhar no seu vale
tomar uma overdose
de céu azul.

Subir o Morro Pelado
dar um tapa na paisagem
sentar-me na varanda lá de casa
ser abduzido pela doce brisa.

O voo das garças vai me assaltar
os tucanos que aqui voam
vão me assediar
os sons que vêm da mata
vão me sequestrar.

Não sabia o que era
um tico-tico no fubá
até vir para cá.

A cidade vai muito além das águas
que, com toda justiça,
já lhe valeram a fama
já a deitaram na cama.

A gente só espera
que o povo que aqui vive
faça por merecer
a divina graça de dormir
sob este céu
que o protege.

Breve notícia do autor:
Mário Márcio Dias (Mário M.Dias), nasceu em Campo Grande (MS) mas viveu a maior parte de sua vida no estado de São Paulo. Foi professor e administrador escolar.
Agora, aposentado, vive em Águas de Lindoia-SP onde exerce seus hobbies: astrologia, poesia e a convivência com os amigos.

Deixe uma resposta

Top
%d blogueiros gostam disto: