Você está aqui
Início > Sem categoria > Conheça o currículo do futuro

Conheça o currículo do futuro

Informações excessivas, nomenclaturas confusas e comprovantes desnecessários. Esqueça tudo isso. O currículo do futuro será um espaço interativo e personalizado, impulsionado especialmente pela inteligência artificial. Até 2030 teremos à disposição uma espécie de plataforma de conhecimento, similar a um portal particular, seguro e capaz de se atualizar automaticamente, contando com comando de voz e recursos de vídeo para que o candidato seja acionado com facilidade e conforto.  “Nas próximas décadas o currículo não será apenas uma extensão de carreira. É provável que se transforme num programa de absorção de sentimentos, aprendizados e até de itens favoritos.

O currículo do futuro vai atualizar os seus certificados de modo on-line, ou seja, na medida que você progride em cursos e atividades pessoais, mais fácil será para as companhias entenderem os seus talentos e níveis de desenvolvimento. Competências sociais serão mais valorizadas e a gestão de carreira vai demandar maior conexão com os temas que movem o mundo, sem abrir mão de profundidade nos negócios”, afirma Ricardo Basaglia, diretor-executivo da Michael Page, consultoria global de recrutamento para posições de alta e média gerência.

Confira o estudo sobre o currículo do futuro, que coletou projeções de gestores de alguns centros onde a Michael Page atua: EUA, Reino Unido, França, Suíça, Alemanha, Espanha e outros mercados da Europa e Ásia. Esse trabalho é uma parceria com a Foresight Factory, empresa global de análise de mercados e predição de tendências de tecnologia e comportamento. As projeções foram registradas entre o segundo semestre de 2017 e o primeiro semestre de 2018 por tomadores de decisão de vários setores da economia.


O CV do futuro poderá incluir (ponto de vista dos candidatos)

– Assistente pessoal (similar aos smartphones) para tratar de seus dados pessoais, estabelecendo interface tanto com humanos quanto com a IA de outros programas.

– Opção de fácil anonimato do CV. O acesso a determinados dados poderá ser regulado.

– Ambiente integrado para documentos e certificados pessoais/profissionais para favorecer a verificação imediata da sua formação acadêmica e de suas competências técnicas.

– Proteção de informações baseada na nuvem com blockchain. Portanto, será uma prova inalterável de experiências anteriores. Na prática, será quase impossível mentir sobre conhecimentos ainda não aprendidos ou experiências não concluídas. Ao contrário do que pode parecer, essa medida protege o candidato de concorrência desleal, nepotismo e viés inconsciente de recrutadores, gestores e até de futuros colegas.

 

O CV do futuro deverá exigir (ponto de vista das empresas)

– Comprovação de horas de experiência e aprendizado (tecnologia será aliada nesse processo) a exemplo do que já existe hoje em e-games, por exemplo.

– Um resumo de temas e preocupações sociais, humanitárias, culturais e pessoais de cada pessoa. O CV do futuro vai privilegiar as habilidades subjetivas e fluídas – as soft e liquido skills. Saiba mais clicando aqui.

– Acesso fácil e amigável (desde que autorizado pelo candidato) ao feedback de colegas de trabalho sobre os talentos e virtudes do profissional que se candidata a uma determinada vaga. Vídeos, posts e declarações serão facilmente compartilhadas.

– Registros em tempo real de habilidades exigidas para o cargo: como numa rede social, o candidato poderá registrar de maneira informal seus conhecimentos.

– Métricas de conquistas mais bem explicadas (infográficos e apresentações), que favorecerão a visão da companhia sobre o potencial do candidato e os seus resultados. OBS: esse recurso estará alinhado com o padrão de compliance do momento.

Fonte: Mundo RH

Deixe uma resposta

Top
%d blogueiros gostam disto: